Seguidores

sábado, 28 de abril de 2012

Não penses.


 Que raio de mania essa de estares sempre a querer pensar. Pensar é trocar uma flor por um silogismo, um vivo por um morto. Pensar é não ver. Olha apenas, vê. Está um dia enorme de sol. Talvez que de noite, acabou-se, como diz o filósofo da ave de Minerva. Mas não agora. Há alegria bastante para se não pensar, que é coisa sempre triste. Olha, escuta. Nas passagens de nível, havia um aviso de «pare, escute, olhe» com vistas ao atropelo dos comboios. É o aviso que devia haver nestes dias magníficos de sol. Olha a luz. Escuta a alegria dos pássaros. Não penses, que é sacrilégio. 

Vergílio Ferreira

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Verso e reverso...




desligo-me
mas não consigo
continuas presente
no meu desejo
ardente...

Assim como a Lua
as estrelas a brilhar
a rua
o Céu
e o mar...

Fazes parte
do meu universo
és a minha sombra
o meu reflexo
o verso e o reverso..

domingo, 22 de abril de 2012

Janela do meu mundo...

Ondas que rebentam
sobre a areia da praia
espuma branca
dissolvem a marca dos meus pensamentos...

Tudo desaparece
numa neblina cinzenta cerrada
olho o horizonte
e penso...

És um sonho
que eu quero sonhar
ao acordar
um rio que desagua em mim
num (a)mar sem fim...

És flor do campo
lágrima e meu encanto
luz da minha vida
janela do meu mundo
meu pranto...

sábado, 21 de abril de 2012

Literatura.

Sinopse.

Desde a criação da Mossad, em Março de 1951, que os seus agentes se dedicam a procurar os inimigos do Estado de Israel nos locais mais recônditos do planeta. A primeira operação "politicamente" autorizada por um chefe de governo à unidade de Nokmin (Vingadores) aconteceria em Maio de 1960, quando David Ben-Gurion permitiu a Isser Harel o rapto e posterior mudança para Israel de Adolf Eichmann, um dos maiores responsáveis da "Solução Final" nazi, que vivia sob outra identidade na cidade de Buenos Aires. Eichmann seria condenado à forca em 1962.


Boas leituras e bom fim de semana.

sexta-feira, 20 de abril de 2012


Um olhar para o mundo.


Dentro de mim
há um poço sem fundo
onde por vezes me sento
penso 
e olho o mundo...
Em dias de sol
raios brilhantes
penetram no seu interior
refletem profundamente
o sentir
o viver
o amor..
.

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Felicidade...




"A felicidade é como o vidro; tem, como ele, o brilho e a fragilidade."
















segunda-feira, 16 de abril de 2012

Literatura.



O Céu Existe Mesmo de Lynn Vincent, Todd Burpo

Sinopse
Colton Burpo tinha quatro anos quando foi operado de urgência. Meses mais tarde, começou a falar daquelas breves horas em que esteve entre a vida e a morte, e da sua extraordinária visita ao céu. O seu relato só agora foi revelado pelos pais. E tornou-se num fenómeno editorial sem precedentes.
Foi em 2003 que o pequeno Colton, sentado na sua cadeirinha no banco de trás do carro, começou a falar sobre os anjos que o tinham visitado durante a operação à apendicite aguda... O pai, sacerdote, nem queria acreditar. Estacionou, respirou fundo, e fez algumas perguntas ao filho. E o miúdo respondeu, sem dar muita importância ao assunto. Falou do que viu, dos seus encontros com Deus e com Jesus, das visões que teve durante a cirurgia, da mãe e do pai a rezarem enquanto ele era operado. Foi apenas o início. Colton tinha de facto visitado o céu, e trazia consigo uma importante mensagem para partilhar.

sábado, 14 de abril de 2012

Suspiro meu amor...

Gosto de flores
de orquidias
jardins de todas as cores
de teu perfume que não cheiro
mas sinto meu amor...

da tua pele
quando acaricio teu corpo
dos teus lábios doces
do teu sabor a mel...

gosto de ti
quero ficar contigo
suspiro meu amor
tu és o meu abrigo
o meu jardim em flor...

quero abrigar-me no teu abraço
sentir os teus odores
 adormecer no teu regaço
em sonhos de todas as cores...




quarta-feira, 11 de abril de 2012



Na minha mente sinto
o afago dos teus abraços
a quentura da tua boca...

Oiço longe a tua voz
sumida
ardente
rouca de paixão...

O que será de mim
o que será de nós...

Se o sentir está dentro de ti
sentindo eu o que tu sentes
este desejo permanente
constante de te abraçar
e dizer baixinho
que te amo
constantemente...

domingo, 8 de abril de 2012

Meu astro rei brilhante...

Hoje poderia escrever um poema
tudo em meu redor é poesia
as palavras não existem
sorrio...




As flores o perfume                                                                     
tudo o que me envolve
teu corpo
o amor que me enlaça
meu astro rei brilhante 
balada que me abraça...

Hoje poderia escrever um poema
mas não existem palavras
para expressar o meu amor
apenas olho os teus olhos
e no silêncio do nosso olhar 
te ofereço uma flor...



sexta-feira, 6 de abril de 2012

Páscoa

Páscoa é dizer sim ao amor e á vida; é investir na fraternidade, é lutar por um mundo melhor, é vivenciar a solidariedade.

 Feliz Páscoa para todos.

terça-feira, 3 de abril de 2012

Saudade


Saudade
é estar distante
viver separado
chorar
viver amargurado...

Saudade 
é nostalgia
tempos corroídos
desgastados
dia a dia...

Saudade
é viver do outro lado
á distância
lágrimas do passado...

Saudade
é um estado de alma
tristeza profunda
amargura...

Saudade
é dor que dói
entranha-se
desgasta
corrói...

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Literatura.

A infância, o Alentejo, o amor, a escrita, a leitura, as viagens, as tatuagens, a vida. Através de uma imensa diversidade de temas e registos, José Luís Peixoto escreve sobre si próprio com invulgar desassombro. Esse intimismo, rente à pele, nunca se esquece do leitor, abraçando-o, levando-o por um caminho que passa pela ternura mais pungente, pelo sorriso franco e por aquela sabedoria que se alcança com o tempo e a reflexão. Este é um livro de milagre e de lucidez. Para muitos, a confirmação. Para outros, o acesso ao mundo de um dos autores portugueses mais marcantes das últimas décadas.